Sobre o bardo

Se você pudesse juntar, em uma única poção, os elementos Música, Escrita, Jornalismo e História da Diversidade, o que você se tornaria ao bebê-la? O resultado não poderia ser outro: um bardo! E é isso o que o mineiro Thiago Teodoro ousou fazer em 2016, unindo essas suas paixões, sem anular e diminuir nenhuma delas.

Thiago Teodoro, o bardo, nasceu na pequena Pedro Leopoldo, terra do povo mais antigo das Américas. Através das suas pesquisas e investigações, ele transforma informação em arte. Suas músicas autorais – como Até a Eternidade Acabar, As Estrelas Desceram e a mais recente O Bardo – estão intimamente ligadas ao seu primeiro livro, A Banda Sagrada de Tebas (a ser lançado em breve), um romance que resgata a história da homossexualidade e é contado pelo próprio deus gay da Antiguidade.

Foi por volta dos sete anos que Thiago começou a escrever suas primeiras histórias. A música entrou em sua vida ainda aos nove anos, como uma continuidade desse processo de escrita, já que ele sempre gostou de cantar o que escrevia. O bardo graduou-se em Comunicação Social – Jornalismo, foi vocalista de bandas, ganhou concursos, participou de programas de TV e rádio, liderou departamentos de música, estudou canto e instrumentos e se apresentou em cidades do sudeste do Brasil e do Chile.

Todas as músicas e clipes do Thiago Teodoro estão nas principais plataformas digitais, um prelúdio da obra literária que está por vir.